Capa__Flis_2020_Facebook.jpg

VII FESTA LITERÁRIA DE SABARÁ

É com grande alegria que abrimos as páginas de mais uma edição da Festa Literária de Sabará, a FLIS.

Este ano, diante da crise sanitária que ainda estamos vivendo, repetiremos o formato online do ano anterior. Mas, mesmo sem a presença física de nosso público, a FLIS continuará prestigiando nossos artistas e compartilhando a efervescência literária com todos.

 

A festa será, como sempre, para toda cidade, mas com transmissão online, para que nos três dias de festa, o livro, a leitura, a literatura tornem-se um combustível capaz de trazer debates interessantes e novos pensamentos para cada um dos participantes.

 

Para este ano, pedimos ao artista plástico Sérgio Pacheco uma ilustração especial para a festa. Com primor, Serginho, como é bastante conhecido na cidade, se inspirou nos desenhos anteriores para criar o seu, tão belo quanto inspirador: o Chafariz do Kaquende, a Igreja do Ó e elementos do Bairro Pompéu foram utilizados para fazer com que toda a cidade se encha de histórias. Tudo isso se juntou ao talento de nossa designer, Christiane Souza , que criou nossas peças gráficas e materiais de divulgação.

 

Como já é tradicional em nossa festa, as embalagens de Pão e Poesia levarão um pouco de literatura para o café da manhã de cada sabarense. Nesta edição, contaremos com poemas e canções dos participantes da Festa que vem para nos inspirar e trazer um pouco de esperança para o futuro.

 

A programação deste ano está uma verdadeira comemoração, teremos na FLIS a culminância de diversos projetos realizados ao longo do ano, como o Concurso de Microcontos e o Concurso Pão e Poesia: edição comemorativa, que terão participação de destaque durante o evento. Além disso, teremos uma novidade, uma oficina sobre a vida e obra da escritora Carolina Maria de Jesus abre a nossa festa, através de leitura e escrita, vamos "pensar a potência da escrita de si como gênero literário", como nos falou a Dalva Maria Soares, escritora que ministrará essa oficina.

 

Durante os dias 27, 28 e 29 de agosto, a Borrachalioteca apresenta atrações variadas, com lançamento de livros, mesas de debate, roda de conversa com escritoras e escritores, narração de histórias, oficina e música de qualidade, tudo bem pensado para que cada um se sinta pertencente a esse universo maravilhoso que é a literatura. 

Venha escrever conosco mais um capítulo da história literária da Borrachalioteca de Sabará e mostrar que o mundo, pode ser lido de um jeito diferente, a partir das nossas ações para o desenvolvimento social e cultural de uma verdadeira cidade leitora.

Confira a programação completa!

A transmissão será via Youtube.com/Tapera68

Oficina__Flis_2020_1.jpg

10, 12, 17 e 19 de agosto


Oficina Online "A escrita de si a partir da obra de Carolina Maria de Jesus", com Dalva Maria Soares


Datas: 10, 12, 17 e 19 de agosto
Horário: 15h às 17h 

 

O objetivo dessa oficina é, a partir dos diários de Carolina Maria de Jesus – Diário de Bitita, Quarto de Despejo e Casa de Alvenaria, pensar a potência da escrita de si como gênero literário. Os participantes serão convidados a escreverem diários do período e a socializarem suas produções durante as leituras conjuntas das obras de Carolina. Serão quatro encontros de 2h cada.


Foto_Perfil_Flis_2021_1 (1).jpg

27 de agosto

15h - Narração de Histórias - Cantarolê convida Sandra Lane e Vilmar de Oliveira


17h - Lançamento do Pão e Poesia Edição Comemorativa - com a participação de poetas selecionados


20h30 - Atração Musical - As Brabas

Foto_Perfil_Flis_2021_1 (1).jpg

28 de agosto

11h - As ilustrações no Pão e Poesia: edição comemorativa - com a participação dos jovens ilustradores


15h - Roda de Conversa com Autoras - Selma Rossi, Thaíse Santana e Leida Reis


17h - Roda de Conversa - Brisa Marques e Jovino Machado


19h - Intervenção Cultural - Brisa Marques

Foto_Perfil_Flis_2021_1 (1).jpg

29 de agosto

11h - Roda de Conversa entre Chargistas - com Duque, Quinho e Frances Salvador


15h - Roda de Conversa com os vencedores do Concurso "Imagens Textuais de Sabará" - com Juliana Baeta, Elouise Marcelino, Priscila Cemis e Dan Oliver 


17h - Roda de Conversa "A Literatura como Direito Humano" - com a escritora Dalva Soares e o escritor José Falero


20h30 - Atração Cultural - Velha Guarda do Samba